05/05/2016 - 19:23:40

PDT JÁ PENSA EM PLANO DE GOVERNO DE CIDA GONÇALVES

 PDT JÁ PENSA EM PLANO DE GOVERNO DE CIDA GONÇALVES

O diretório do PDT de Paranavaí informa que se reuniu ontem para discutir a participação da sigla nas eleições municipais deste ano, mas partiu para a ação e criou uma comissão para tratar da elaboração do plano de governo da pré-candidata a prefeita, Cida Gonçalves, atual secretária de Educação.
Compõem a comissão: Assis de Souza, (presidente); professora Cida Gonçalves, (pré-candidata a prefeita); (Antônio Homero Madruga Chaves, Arquimedes do Amaral, João Carlos de Araújo Marques, Gilson Adriano Basílio e Márcio Gonçalves (Leiteiro).
“Uma das estratégias da Comissão será contatar as entidades representativas da sociedade para colher sugestões, para na sequência realizar debates, com oficinas, para detalhar um plano de governo exequível e o mais democrático possível” – informou um porta-voz do Partido.

mostrar
1


05/05/2016 - 19:21:58

AUDITORIA DO TCE CONFERE ACESSO À PRÉ-ESCOLA EM 40 CIDADES

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-PR) vai fiscalizar o acesso à educação infantil em 40 municípios do Paraná. A auditoria integra o Plano Anual de Fiscalização (PAF) 2016 que, além desse tema ligado à educação, se dedica a outras quatro áreas essenciais da administração pública: saúde, despesas com pessoal, tecnologia da informação e financiamentos de organismos internacionais de crédito. Na região da Amunpar serão fiscalizados os municípios de Paraíso do Norte e Marilena.
O objetivo da auditoria é verificar se as prefeituras estão cumprindo a Meta 1 do Plano Nacional de Educação, que determina a universalização, já em 2016, da pré-escola às crianças de quatro e cinco anos. Outro foco da auditoria é conferir a ampliação do acesso à creche para crianças até os três anos, também prevista na Meta 1.
Os 40 municípios alvos da auditoria têm população entre 5 mil e 50 mil habitantes. Desse total, 30 encontram-se em situação de mau desempenho na educação, de acordo com sete indicadores previamente compilados pelo TCE-PR, e apresentam déficit superior a 160 vagas de pré-escola. Os outros 10 municípios auditados estão na lista de bom desempenho na educação, segundo os mesmos indicadores.

mostrar

05/05/2016 - 19:19:27

GUARDA MUNICIPAL: ORDEM UNIDA NESTA SEXTA

 GUARDA MUNICIPAL: ORDEM UNIDA NESTA SEXTA

Para marcar os 90 dias de implantação da Guarda Municipal de Paranavaí será realizada nesta sexta-feira uma ordem unida. Na solenidade marcada para ter início às 9 horas, no pátio da Prefeitura Municipal. Na ocasião está previsto que o prefeito Rogério Lorenzetti (PMDB) faça uma prestação de contas dos 90 dias de atuação da Guarda Municipal.

mostrar

05/05/2016 - 19:18:51

TEM NOVIDADE NA LAVA JATO NESTA SEXTA?

Amanhã às 14h o Ministério Público Federal anunciará, em Curitiba, novas proposituras de ações dentro da Operação Lava Jato. Desta vez, sem transmissão pela internet. Espera-se que um ex-presidente esteja entre os denunciados.

mostrar

05/05/2016 - 19:18:08

CHARGE DO DIA

CHARGE DO DIA

mostrar

05/05/2016 - 19:17:08

MBL CURITIBA PROMOVE A LAVA JATO DA APP

Em solidariedade aos comerciantes e moradores do Centro Cívico de Curitiba, o Movimento Brasil Livre irá promover na manhã deste sábado, 7, a ação denominada “Lava Jato da APP”. A atividade que consta da higienização e pintura dos imóveis públicos e particulares da região central da cidade é uma alusão à operação Lava Jato e em protesto às pichações promovidas pelos manifestantes convocados pela APP Sindicato para o ato do dia 29 de abril passado, dia em que o conflito entre docentes e policiais militares em frente à Assembleia Legislativa completou um ano.
A limpeza dos imóveis do Centro da cidade ocorre na semana em que dois integrantes do grupo pró-impeachment apoiado pelo MBL estadual e que ficou conhecido por sua resiliência no acampamento em frente à Justiça Federal de Curitiba, foram covardemente agredidos por um miliante petista. Na madrugada desta terça-feira, 3, a advogada Paula Milani e o técnico de som Guilherme Augusto da Silva foram atacados verbalmente nas instalações do Posto Barreirinha (Av. Anita Garibaldi, 1305 - Ahu), pelo assessor parlamentar Edson Rimonatto, que até ontem trabalhava no gabinete do deputado estadual Toninho Wandscheer (PROS). Não satisfeito com o assédio moral, o servidor público lançou mão de uma chave de rodas e desferiu golpes no crânio e face da dupla.

mostrar

05/05/2016 - 19:16:28

MUITO BOM: GOVERNO DE NOTÓRIOS, DE NOTÁVEIS, NÃO!

Ricardo Noblat


Michel Temer havia prometido um ministério de “notáveis” – nomes acima de quaisquer suspeitas e, reconhecidamente, competentes em suas respectivas áreas de atuação.
O ministério ora em formação deverá se tornar conhecido como abrigo não de “notáveis, mas de “notórios” – nomes acusados de crimes ou apenas alvo de “suspeitas”.
O mais recente “notável” a perder lugar no governo foi o médico Raul Cutait, do Hospital Sírio Libanês, de São Paulo, convidado para ser ministro da Saúde. Ele aceitara o convite apesar da oposição da família.
O convite foi retirado porque o Partido Popular (PP) desistiu de patrocinar a indicação de Cutait. Vejam só: o médico pretendia nomear “nomes notáveis” para os principais cargos do ministério.
A bancada federal do PP na Câmara não concordou. Ela quer escolher tais nomes. O senador Ciro Nogueira (PI), presidente do PP, pediu desculpas a Cutait e está à procura de outro ministro.
Os chefes militares não costumam se meter com a indicação de nomes para o Ministério da Defesa. O atual ministro, Aldo Rabelo, é do PC do B, partido que defende a tese de que impeachment é golpe.
Mas Temer pediu aos fardados a sugestão de um nome para substituir Rebelo. E eles sugeriram o do deputado Raul Julgmann (PPS-PE), bancado também pelo ex-ministro da Defesa Nelson Jobim.
Julgmann tem amplo trânsito na área militar, embora, como Rebelo, se diga comunista ou ex-comunista. Foi um elogiado ministro da Reforma Agrária do governo Fernando Henrique Cardoso.
Mas poderá ser atropelado na reta final da montagem do ministério pelo advogado Antonio Mariz, amigo de Temer há mais de 40 anos. Mariz esteve cotado para o Ministério da Justiça.
Deixou de estar quando deu uma desastrada entrevista criticando a delação, tal qual ela está sendo aceita pela Lava-Jato. Mariz foi advogado de empresas envolvidas com a operação conduzida pelo juiz Sérgio Moro.
Chefes militares perguntam, e com razão: “Por que Mariz não serviu para ser ministro da Justiça e servirá para ser ministro da Defesa? Por que nos pediram a sugestão de um nome para ministro e não o levam em conta?”
Talvez porque Julgmann não seja amigo de tantos anos de Temer como é Mariz. No caso, essa parece ser a explicação mais razoável. Ou a única razoável.
O experiente Temer, homem de fino trato e de boas intenções, corre o risco de se tornar a primeira vítima de sua ambição de suceder Dilma. Ela não cairá por causa dele. Cairia de qualquer jeito.
Ao apressar-se, porém, em correr atrás de votos para ajudar a depor Dilma, Temer assumiu o compromisso de retribuir o apoio com  mais cargos ou com certos cargos que não desejava entregar aos partidos.
“Quem pede, recebe”, ensinou Neném Prancha, teórico do futebol do passado. “E quem se desloca tem preferência”. Os partidos não pedem, cobram. E se deslocam na direção de onde tem mais dinheiro.
Temer meteu-se em uma arapuca difícil de escapar. Dilma também pensou que o loteamento do governo lhe asseguraria condições para governar e se manter no cargo até o fim do mandato. Deu no que está aí.
É improvável que Temer, uma vez presidente, não complete o mandato de Dilma. Mas não será fácil para ele, refém do que prometeu, aprovar no Congresso tudo o que deseja e que o país espera.









mostrar

05/05/2016 - 09:48:40

STF AFASTA EDUARDO CUNHA DO MANDATO NA CÂMARA

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Teori Zavascki determinou nesta quinta-feira (5) o afastamento do presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) do mandato de deputado federal. Relator da Lava Jato, o ministro concedeu uma liminar em um pedido de afastamento feito pela Procuradoria-Geral da República. e apontou 11 situações que comprovariam o uso do cargo pelo deputado para "constranger, intimidar parlamentares, réus, colaboradores, advogados e agentes públicos com o objetivo de embaraçar e retardar investigações". Na peça, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, chegou a classificar o peemedebista de "delinquente". As informações são de Márcio Falcão na Folha de S. paulo.
O peemedebista foi transformado em réu no STF, por unanimidade, pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro sob a acusação de integrar o esquema de corrupção da Petrobras, tendo recebido neste caso US$ 5 milhões em propina de contratos de navios-sonda da estatal. Na Lava Jato, o deputado é alvo de outra denúncia, de mais três inquéritos na Corte e de outros três pedidos de inquéritos que ainda aguardam autorização de Teori para serem abertos. As investigações apuram o recebimento de propina da Petrobras e o uso do mandato para supostas práticas criminosas.
"Ante o exposto, defiro a medida requerida, determinando a suspensão, pelo requerido, Eduardo Cosentino da Cunha, do exercício do mandato de deputado federal e, por consequência, da função de Presidente da Câmara dos Deputados", diz trecho da decisão. Cunha será substituído por outro investigado na Lava Jato, o deputado Waldir Maranhão (PP-MA).

mostrar

04/05/2016 - 19:39:33

ELEIÇÕES 2016: PARANAVAÍ TEM 62.054 ELEITORES APTOS

Para a eleição municipal do dia 2 de outubro, Paranavaí terá nas duas Zonas Eleitorais (72ª e 138ª), 62.054 eleitores aptos a votarem. O grande desafio dos candidatos a prefeito e vereador será convencer a comparecer nas urnas. No pleito municipal passado, a soma de eleitores que não compareceram ou anularam o voto foi de quase 30%. Tarefa hérculea em tempos de desmoralização crerscente da classe política.

mostrar
1


04/05/2016 - 19:39:05

ENTREVISTA DE RL NO TATURANA: APOIO POLÍTICO

Na entrevista em que concedeu ao Blog do Taturana, o prefeito de Paranavaí Rogério Lorenzetti (PMDB) teve espaço para falar da sua administração e do seu processo de sucessão. RL reafirma que ideal seria candidatura única e não disfarça sua predileção por alguém da sua equipe, mesmo que não seja de seu partido, leia-se Cida Gonçalves (PDT). Só não deu para entender a afirmação de que este desejo poderia resultar em "trombada" com o ex-deputado Antonio Teruo Kato. Qual seria o motivo?
E na hora de falar de seu desejo futuro, o de ser deputado federal, RL diz que para que o projeto se viabilize é preciso de apoio partidário. Vai entender. Já que sinaliza até a possibilidade de não apoiar ninguém, caso o candidato não seja identificado com sua administração. Vai ser difícil convencer parte dos peemedebistas locais de que o apoio é devido. A postura de agora pode lhe custar caro no futuro.

mostrar
1


Fale com o Praxedes