Quinta-Feira, 23 de Novembro de 2017

06/11/2017 - 14:45:29

ESTRAGOS EM PARANAVAÍ: PRAZO DE 10 DIAS FOI POUCO

No início da semana passada, a prefeitura de Paranavaí estimava que em dez dias seria possível recuperar os estragos provocados pelo temporal dos dias anteriores. Faltando dois dias para o prazo acabar, muitas ruas estão cheias de galhos caídos. O tempo não tem ajudado.

mostrar

06/11/2017 - 14:44:48

FUTURO DE BETO RICHA EM RISCO

O futuro político do governador Beto Richa nunca esteve tão indefinido como agora. A candidatura ao Senado, antes tida como favas contadas, agora terá que enfrentar a delação premiada de um empreiteiro, que o coloca no olho do furacão na investigação de irregularidades em desvio  em obras na Secretaria da Educação. O governo diz que as afirmações do empreiteiro não são verdadeiras. A situação do governador certamente irá interferir na escolha no seu grupo do seu sucessor. Atualmente, Ratinho Junior, Cida Borghetti e Valdir Rossoni se apresentam como postulantes.

mostrar

06/11/2017 - 14:44:15

PREFEITURA: COMERCIAIS NA RPC

Do Blog do Taturana:
Contrariando o que o prefeito KIQ (PSDB) disse durante sua campanha e reafirmou depois da posse, a Prefeitura de Paranavaí está veiculando comerciais na RPC. KIQ disse que não investiria um centavo em publicidade, que usaria só as redes sociais e desta forma economizaria R$ 1 milhão. Mas esta semana apareceram as primeiras propagandas da Prefeitura e justamente no veículo mais caro, a TV. Foi um passo atrás nas afirmações de antes.
Na verdade fazer comercial na imprensa não é nada demais. É até salutar, porque o contribuinte fica sabendo onde o dinheiro está sendo investido. É também uma forma de atrair investimento para a cidade. No caso de Paranavaí o fato chama a atenção justamente porque o prefeito e o secretário de Comunicação, Eduardo Nakamura, sempre afirmaram com muita segurança que as redes sociais lhes bastavam. Aliás, é o próprio secretário Nakamura que apresenta as obras no vídeo.

mostrar

06/11/2017 - 14:43:39

BLACK FRIDAY: USO DE CALÇADAS LIBERADO

Atendendo solicitação da Associação Comercial e Empresarial de Paranavaí (ACIAP), a Prefeitura autorizou a utilização das calçadas pelas lojas na semana de 20 a 25 deste mês. No dia 24 acontece a Black Friday (sexta-feira negra), mas a ACIAP está estimulando seus associados a fazer a promoção durante toda a semana.
A expressão Black Friday foi criada pelos varejistas dos Estados Unidos para nomear uma grande ação de vendas. Este tipo de promoção se espalhou pelo mundo e vários países a adotam. No Brasil ela acontece na sexta-feira seguinte à quarta quinta-feira de novembro.
Em ofício endereçado à Prefeitura assinado pelo presidente João Roberto Viotto, a ACIAP solicitou “a liberação do uso parcial das calçadas para as empresas que vão participar da promoção Black Friday”. A entidade diz que o objetivo da promoção é “impulsionar as vendas e contribuir para o aumento de arrecadação do município,uma vez que as lojas promovem grandes descontos e atraem os consumidores para as compras de Natal.
O ofício da entidade chegou à Prefeitura justamente quando estava para ser sancionada a lei que regulamenta o uso de calçadas no município, que até então era proibida. No seu despacho, o secretário Darlan Alves Pereira determinou que se aguardasse a lei ser sancionada e em seguida autorizar o pedido e encaminhar cópia da lei à ACIAP.
A nova lei foi proposta pelo vereador Lucas Barone que abriu espaço para que a ACIAP se manifestasse sobre o assunto. Com a nova lei, sempre que a Associação promover uma campanha ela encaminhará ofício comunicando o fato à prefeitura, que por sua vez fará a liberação. Mas existem regras sobre a utilização das calçadas. Por isso a entidade está orientando seus associados a se informarem sobre a legislação. Em caso de dúvida, a própria entidade está à disposição para os esclarecimentos.

mostrar

06/11/2017 - 14:43:00

PREOCUPANTE: MAIS DE 4 MIL OVOS DO AEDES AEGYPTI ENCONTRADOS

No início do mês de outubro, a Vigilância em Saúde de Paranavaí fez um trabalho conjunto com a 14ª Regional de Saúde para mapear a quantidade de mosquitos Aedes aegypti espalhados pela cidade e traçar estratégias para combater sua proliferação.
Aproximadamente 100 armadilhas foram instaladas nos bairros. “As armadilhas ficaram pelo menos dois dias em cada setor (bairro) da cidade. Foi um trabalho de duas semanas coletando material para análise. O resultado: mais de 4 mil ovos do mosquito depositados nas armadilhas”, comentou a diretora da Vigilância em Saúde, Verônica Gardin.
A situação da dengue em Paranavaí foi apresentada nesta segunda-feira (6) durante a última reunião do ano do Comitê de Combate à Dengue. Segundo o assessor da Vigilância, Randal Fadel Filho, “as armadilhas foram testadas em diversas casas antes do verão, que é o período em que os casos de dengue começam a aumentar na cidade. A cada 20 quarteirões foram colocadas armadilhas para verificar o índice de infestação nos bairros. Nós levamos um susto com o resultado. Estávamos vindo de uma pequena estiagem, onde não observávamos muito a presença do mosquito, mas o número de ovos nas armadilhas foi muito grande e nos trouxe muita preocupação”.
A armadilha onde se encontrou o maior número de ovos do Aedes depositados estava instalada no Jardim Ipê, no quarteirão ao lado da Fundação Bradesco. “Só nesta armadilha foram encontrados 388 ovos. É um número muito grande para uma armadilha só e traz uma situação preocupante, por estar numa área escolar. Além disso, foi justamente naquele quarteirão que foi registrado o último caso positivo de dengue na cidade, registrado no dia 16 de outubro”, frisou Randal.
Outros locais onde foram encontrados grande número de ovos do Aedes em uma só armadilha foram no Jardim São Jorge/Coloninha (360 ovos em uma armadilha); na Rua Antônio Felippe, esquina com a Amazonas (263 ovos); no núcleo comercial do Sumaré (187 ovos); no quarteirão nº 79 do Jardim Simone (182 ovos); próximo ao Cemitério Central, no quarteirão ao lado do Colégio Unidade Polo (179 ovos); e próximo à Santa Casa (145 ovos).

mostrar

06/11/2017 - 14:42:07

SEIS SALAS DE VACINA ESTARÃO FECHADAS ESTA SEMANA

A Secretaria de Saúde, através da coordenação do setor de Imunização, comunica a toda a população que seis das salas de vacina do município estarão fechadas esta semana. As salas de vacina das UBSs do Jardim Maringá, Jardim Morumbi, Chácara Jaraguá e Jardim Ipê estarão fechadas de segunda (06) até sexta (10). As equipes estarão participando de uma capacitação para atualização profissional, promovida pelo Governo do Estado através da 14ª Regional de Saúde. O atendimento das salas de vacina destas UBSs volta ao normal no próximo dia 13 (segunda-feira).
Já as salas de vacina das UBSs do Campo Belo e Coloninha ficarão fechadas por um período de 20 dias para férias das equipes. O atendimento nestas duas salas de vacina volta ao normal no dia 27 de novembro (segunda-feira). Quem precisar de atendimento pode procurar as outras UBSs, que continuam funcionando normalmente.

mostrar

03/11/2017 - 16:30:20

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO NAS CRECHES

O horário de funcionamento nas creches (Centros de Educação Infantil) volta a ser discutido pela Câmara Municipal de Paranavaí. Pelo visto a intenção é ampliar o horário, facilitando assim a vida das pessoas que trabalham. As creches seguem o calendário das demais escolas, mas atinge crianças numa faixa de idade que necessita de maiores cuidados. Uma ampliação do horário terá como consequência imediata o aumento no número de servidores, o que pode ser um obstáculo a mais na concessão deste benefício.

mostrar
1


03/11/2017 - 16:29:49

MANDIOCA: PREÇO MAIS ALTO DOS ÚLTIMOS 20 ANOS

A cotação da tonelada de mandioca chegou a R$ 670, valor mais alto dos útlimos 20 anos, na região de Paranavaí. Mas grande parte deste valor se deve à redução da área de plantio verificada nos últimos anos. Além disso, a produtividade do que está colhido é baixa e a oferta do produto também. Somente o mandiocultor muito bem estruturado está realmente usufruindo dos preços nas alturas. A consequência futura é o aumento da área de plantio na próxima colheita.

mostrar
1


03/11/2017 - 16:29:21

SEMINÁRIO: TECNOLOGIA DE PRODUÇÃO BASEADA EM BOAS PRÁTICAS

O Centro de Tecnológico de Mandioca (Cetem) e a Embrapa Mandioca e Fruticultura promovem no próximo dia 10, o Seminário Tecnologias para a Produção de Mandioca – Baseadas em Boas Práticas. O evento tem por objetivo capacitar técnicos e produtores em técnicas recomendadas para a cultura da mandioca.
O evento será das 8 às 17h30 e é gratuito. Pela manhã o evento será no auditório do Sindicato Rural de Paranavaí. E à tarde haverá um Dia de Campo, na Fazenda Maria Luiza, em Tamboara.
Segundo Claodemir Grolli, do Cetem e um dos organizadores do evento, “a mandioca é uma cultura de grande importância econômica e social, pois gera emprego e renda. Em nossa região, devido às características do solo e a dimensão das lavouras alguns problemas de manejo se acentuam. Com o Seminário, pretendemos atualizar e capacitar técnicos e produtores para a adoção de boas práticas para a cultura da mandioca, no sentido de melhor encaminhar soluções para os problemas”.
Além de técnicos e produtores, o Seminário é aberto a industriais, estudantes, professores, pesquisadores e agentes de assistência técnica de instituições governamentais e não governamentais.
Na programação da manhã estão previstos palestras sobre manejo integrado de insetos/praga, manejo integrado de plantas daninhas, características físicas dos solos Arenito Caiuá e seu manejo e manejo conservacionista do solo: experiência do plantio direto.
À tarde, no Dia de Campo serão abordadas a avaliação e amostragem de insetos/praga, avaliações de perfis do solo em três sistemas de plantio, plantio direto: aspectos de mecanização e práticas culturais e controle integrado de plantas daninhas na prática.

mostrar

03/11/2017 - 16:28:44

MOTORISTA É PRESO COM R$ 12 MILHÕES ESCONDIDOS EM CAMINHÃO NA BR-116

A Polícia Rodoviária Federal apreendeu cerca de R$ 12 milhões em dinheiro na noite desta quinta-feira (2) em Campina Grande do Sul, na região metropolitana de Curitiba. O motorista, de 55 anos de idade, foi preso. Aos agentes da PRF, o homem alegou desconhecer a existência do dinheiro que transportava. Ele disse que saiu de São Paulo (SP) e teria Foz do Iguaçu como destino. As informações são da Banda B.
O dinheiro, que ainda será contabilizado oficialmente, estava dentro de um caminhão que transitava pela BR-116, na Rodovia Régis Bittencourt. A princípio, seriam 8 milhões em notas de reais e 1,2 milhão de dólares. O montante equivale a um total aproximado de R$ 11,9 milhões. Cada um dos volumes apreendidos tem inscrição dos respectivos valores.
A abordagem de rotina ocorreu por volta de 22 horas, em frente à Unidade Operacional Taquari, no quilômetro 56 da rodovia, durante a Operação Finados da PRF. Após uma fiscalização minuciosa, os policiais rodoviários federais localizaram o dinheiro, que estava escondido através de caixas de produtos hortifrutigranjeiros, como alface e alho.
A PRF encaminhou a ocorrência para a Superintendência da Polícia Federal, onde os volumes apreendidos foram lacrados. No final da manhã de hoje (3), equipes da PF e da PRF escoltaram o dinheiro até a sede da Justiça Federal, em Curitiba, onde será feita a contagem.  A apreensão é a maior já feita pela PRF no país.

mostrar

Fale com o Praxedes