Quinta-Feira, 21 de Setembro de 2017

31/03/2017 - 19:41:09

CAIXA DE LOJA DE CONVENIÊNCIA: PROFISSÃO DE RISCO EM PARANAVAÍ

A frequência de assaltos à lojas de conveniência, principalmente de postos de combustíveis, verificada em Paranavaí nos últimos dias vai acabar incluindo entre as profissões de risco a de caixa de um destes estabelecimentos. Os assaltos são sempre com ladrões armados, aumentando em muito o risco de uma tragédia. O novo delegado operacional da 8ª Subdivisão da Polícia Civil, em sua primeira entrevista, mostrou que está informado sobre o aumento considerável de assaltos na cidade. Com a preocupante média de um assalto por dia verificada nesta semana, a sensação de insegurança aumenta e reflete significativamente no setor de entretenimento , afinal de contas diminui o número de pessoas que saem à noite.

mostrar

31/03/2017 - 19:40:06

ÓRGÃO OFICIAL: PROJETO VOLTA PARA A PAUTA DA CÂMARA DA PRÓXIMA SEGUNDA-FEIRA

O projeto de lei que institui como órgão de divulgação de atos oficiais da prefeitura de Paranavaí o site eletrônico do Diário Oficial dos Municípios do Paraná, retirado de pauta na reunião anterior, volta à pauta dos vereadores na reunião da próxima segunda-feira. Para não ter novas surpresas, o prefeito Delegado KIQ se reuniu com com um grupo de sete vereadores. Release da SECOM deu conta de que na reunião o prefeito apresentou novamente seus argumentos, mas nada se falou sobre os questionamentos que teriam sido feitos pelos vereadores e muito menos se o cachimbo da paz foi acendido. Segunda-feira tem mais.

mostrar
1


31/03/2017 - 19:39:40

26% DA POPULAÇÃO É ECONOMICAMENTE ATIVA: DADO PREOCUPANTE

A informação revelada pelo presidente da ACIAP, João Roberto Viotto, de que apenas 26% da população de Paranavaí é economicamente ativa, baseada numa pesquisa feita por empresa de planejamento de municípios, mostra uma situação que certamente interfere de forma direta no desenvolvimento da cidade. Viotto tocou numa ferida que há muito provoca discussões acaloradas. A evasão de consumidores que vão a Maringá para exames e consultas médicas e acabam comprando e consumindo no comércio maringaense. O líder setorial defende investimentos na área para que Paranavaí se torne pólo regional também na questão da saúde. Para completar um projeto de recuperação, os empresários do comércio local também deveriam estar concentrados em melhorar o atendimento e apresentar preços mais competitivos. Afinal de contas, a duplicação da BR-376 não demora a chegar em Paranavaí, facilitando a evasão de consumidores.

mostrar
1


31/03/2017 - 19:38:11

ALTA DO PREÇO DE MEDICAMENTOS

Agora é a alta de ordem federal no preço do remédio, fazendo elevar mais ainda a alta de fevereiro no ICMS [que foi aqui no Paraná]  fazendo o medicamento subir bem mais que a alta do salário mínimo, anulando essa mesma alta. Ficou pior se respeitadas as devidas proporções. Pena são as vistas grossas que a fiscalização federal faz com a fabricação de remédios genéricos que já contribuiu para a baixa da inflação, porém, nos dias de hoje só serve aos interesses dos gigantes farmacêuticos; fabricam alguns remédios essenciais  na linha genérica só para ''ingleses verem'' em 5 dias do mês, no restante nós que paguemos o chamado medicamento ''ético'' ao preço deles.
Gabriel Gagá

mostrar

31/03/2017 - 19:37:47

LIVRO SOBRE A HISTÓRIA DE PARANAVAÍ ESTÁ À VENDA NA FUNDAÇÃO CULTURAL

Está à venda na Fundação Cultural de Paranavaí, por R$ 30, a nova versão do livro “História de Paranavaí”, do escritor Paulo Marcelo Soares da Silva, publicado pela primeira vez em 1988. O valor é destinado ao Fundo Municipal de Cultura.
Relançado após 27 anos com recursos do Fundo Municipal de Cultura, o livro oferece aos leitores entrevistas integrais com pioneiros já falecidos há muito tempo e que fizeram parte das primeiras gerações de moradores de Paranavaí – nos tempos da Vila Montoya e Fazenda Brasileira. Tentando ser o mais imparcial possível, Paulo Marcelo apresenta várias versões de muitos fatos históricos, o que foge da unilateralidade e favorece o debate.
Com a reedição do livro “História de Paranavaí”, o autor abre um novo caminho para despertar nos mais jovens a identificação com Paranavaí, o reconhecimento da própria identidade cultural regional e a valorização das histórias de luta e sofrimento que centenas de pioneiros viveram, principalmente nas décadas de 1920, 1930, 1940 e 1950.
Além de escritor, Paulo Marcelo é bacharel em direito e possui licenciatura em geografia. Participou e foi premiado em muitas edições do Festival de Música e Poesia de Paranavaí (Femup). Também recebeu prêmios de menção honrosa no 15º e 19º Jogos Florais de Barreiro, Portugal, e no 1º Concurso de Romances Juvenis da Academia Paranaense de Letras.
Para mais informações, ligue para (44) 3902-1128.

mostrar

31/03/2017 - 19:37:15

SANTA CASA: CENTRO DE OFTALMOLOGIA ATENDE 22 MIL CONSULTAS EM 3 ANOS

O Centro de Oftalmologia da Santa Casa de Paranavaí está completando três anos de funcionamento, num prédio próprio, na Rua Amapá, há uma quadra do hospital. E neste período foram realizadas 22 mil consultas, 60 mil exames complementares e mais de quatro mil cirurgias.
Estes números levaram o secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto, a fazer uma menção especial à unidade quando fez seu discurso na cerimônia de comemoração dos 60 anos da Santa Casa de Paranavaí, no último dia 16. “É o melhor Centro de Oftalmologia público que conheço”, enfatizou ele.
Os números, os equipamentos, o índice de resolutividade e de satisfação, de fato colocam o Centro Macrorregional de Oftalmologia como um dos melhores do Estado. “Os equipamentos que temos aqui não têm em outro centro de oftalmologia público do interior do Estado, talvez em Londrina”, diz o diretor clínico da Santa Casa, Rubens Costa Monteiro Filho.
O melhor é que, segundo o coordenador, “podemos ampliar mais os serviços. Já estamos encaminhando reivindicação neste sentido ao Governo do Estado, através da Secretaria de Saúde”, revela o oftalmologista.
Um dos fatores que têm contribuído para a alta produção do Centro é a Residência Médica em Oftalmologia. São seis médicos residentes, sendo dois do primeiro ano (R1), mais dois do segundo (R2) e outros dois do terceiro ano (R3). Eles trabalham no Centro sob a supervisão de um dos cinco oftalmologistas ou no centro cirúrgico da Santa Casa, onde são realizadas as cirurgias de cataratas, pterígio, calázio, estrabismo e traumas oculares.

mostrar

31/03/2017 - 19:36:41

UNESPAR PUBLICA EDITAL PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSORES COLABORADORES

A Universidade Estadual do Paraná (Unespar) publicou o edital do Processo Seletivo Simplificado para contratação de professores colaboradores. Os interessados em participar podem se inscrever a partir de segunda-feira (3), exclusivamente, no endereço www.unespar.edu.br/concursos.
Estão disponíveis 54 vagas em diferentes áreas do conhecimento para os sete campi – Apucarana, Campo Mourão, Curitiba I e II, Paranaguá, Paranavaí e União da Vitória. As inscrições ficam abertas até 18 de abril e a taxa de inscrição é R$ 100.
O processo é composto de prova escrita, didática e exame de títulos. As provas escritas serão aplicadas no dia 15 de maio, às 8h30, nas dependências dos campi. A divulgação do resultado está prevista ocorrer a partir de 24 de maio.
Na página do concurso também é possível acessar o edital com todas as especificações da seleção. Como reforça a presidente da comissão, professora Rosemari Magdalena Brack, não serão fornecidas informações sobre o concurso por telefone. Os que necessitarem de contato devem fazer pelo e-mail cpps@unespar.edu.br.

mostrar

31/03/2017 - 19:35:50

SPORT CAMPO MOURÃO É PROIBIDO DE MANTER ATLETAS ADOLESCENTES EM CONDIÇÕES PRECÁRIAS

O Sport Club Campo Mourão, antigo Hawaí Esporte Clube, está proibido de receber novos atletas adolescentes para treinamento, mesmo com a autorização dos pais, até que passe a cumprir todas as determinações legais no sentido de garantir os direitos básicos dos jovens contratados pelo centro desportivo. O time de futebol também deve desligar todos os atletas ainda alojados, arcando com as despesas de transporte e alimentação dos adolescentes aos seus municípios de origem.
A determinação judicial atende ação civil pública proposta pelo Ministério Público do Paraná, por meio da 2ª Promotoria de Justiça da Comarca, que apurou diversas ilegalidades cometidas contra os adolescentes. Nesta sexta-feira, 31 de março, o promotor de Justiça responsável, um oficial de Justiça e representantes do Conselho Tutelar, da Vigilância Sanitária e do Ministério Público do Trabalho estiveram no clube para entregar a liminar judicial em mãos. Na ocasião, foram encontrados 38 atletas, sendo pelo menos 10 adolescentes mantidos no clube e quatro estrangeiros – como muitos não apresentaram documentação, o número de jovens com menos de 18 anos pode ser maior.
Promessas e precariedade – O MP-PR verificou que os jovens eram selecionados pelo treinador do centro esportivo em diversos Estados do país, com a promessa de que seriam colocados em grandes clubes. Seguiam para Campo Mourão, onde eram negligenciados pelo Sport, mantidos em condições precárias de alojamento, higiene e alimentação, sem estudo ou assistência de saúde.
O suposto treinador e os responsáveis pelo clube também não tinham documentação dos meninos. Ainda foi relatada à Promotoria de Justiça, pelo Conselho Tutelar de Campo Mourão, denúncia de agressão a um dos adolescentes, além de notícia de cobranças financeiras indevidas, como taxas exorbitantes de avaliação e lavagem de roupas.
Multa – Foi imposta multa diária de R$ 1 mil para cada adolescente encontrado no clube, após a notificação judicial. Os fatos também devem ter desdobramentos em outras áreas – cópia dos autos foi remetida à 3ª e à 5ª Promotorias de Justiça da comarca, que têm atribuição na área de patrimônio público e criminal, respectivamente, ao Ministério Público do Trabalho e à Federação Paranaense de Futebol.

mostrar

30/03/2017 - 19:14:46

BOA NOTÍCIA: 2º LIRA REGISTRA REDUÇÃO DE FOCOS DO AEDES AEGYPTI

Paranavaí obteve uma expressiva melhora no 2º LIRA (Levantamento de Índice Rápido do Aedes) realizado neste ano, passamos de 3,1% de incidência de focos do mosquito transmissor da dengue do primeiro, para 1,2% no divulgado hoje. Mas o fato de que em alguns bairros o índice chega a 1,9% mostra que não é possível relaxar as ações de prevenção. Num passado recente, uma epidemia da doença mostrou que estamos longe de ter a cobertura hospitalar necessária para enfrentá-la de forma correta. Esse resultado mostra que o município está no caminho certo, mas ainda há muito trabalho a ser realizado. Salvo engano, é a partir de agora que o número de casos notificados de dengue tende a aumentar. Como já temos casos positivos da doença neste ano, então é o momento de mantermos a vigilância em alta.

mostrar

30/03/2017 - 19:14:17

O PAPEL INSTITUCIONAL DA GUARDA MUNICIPAL: DEIXAR CLARO QUAL É

Pelo que informa o Blog do Taturana, um vereador estaria questionando a atuação da Guarda Municipal de Paranavaí. O tema não é novidade e já gerou muitas discussões acaloradas. Um dos maiores problemas é a expectativa que foi criada em torno de que a GM iria diminuir os crimes praticados na cidade, quando na ideia original, o papel dos guardas municipais seria de conservação do patrimônio público. Acontece que as ações da GM já foram muito questionadas, principalmente em questões de trânsito. Cabe à prefeitura delimitar claramente quais são as funções da GM e torná-las públicas. Isso evitaria críticas infundadas e a constatação de possíveis abuso de autoridade.

mostrar

Fale com o Praxedes